UE-PAANE

Programa de Apoio aos Actores Não Estatais
Nô Pintcha Pa Dizinvolvimentu

Reforço de Capacidades

Reforçar a capacidade dos Actores Não Estatais (ANE), passa em primeiro lugar por conhecer suas dificuldades. Partindo deste princípio, a Unidade de Gestão de Programa (UGP) do Programa de Apoio aos Actores Não Estatais (UE-PAANE) realizou encontros de auscultação com os ANE em Bissau e nas Regiões, de forma a desenvolver actividades adaptadas às suas necessidades.  


Tendo como base o trabalho que já tinha sido realizado no quadro da implementação do projecto “Reforço das Organizações da Sociedade Civil Guineense – No Na Tisi No Futuru” (projecto implementado no quadro do 9º FED), que englobou uma análise das ONGs, Associações, Redes e Plataformas, e indo de encontro à tipologia definida na Convenção de Financiamento que divide a sociedade civil guineense em níveis, a UGP do UE-PAANE complementou e actualizou esses dados através de Entrevistas individuais e Encontros de auscultação.  
As Entrevistas individuais – utilizando um guião de entrevista, foram feitas à 20 organizações da sociedade civil guineense, 5 redes e 6 actores chave (pessoas com experiência profissional nesta área). Os Seminários de auscultação aconteceram em Bissau e nas regiões, onde participaram ao todo 156 ANE e 27 medias, dentre os quais 11 rádios comunitárias.
Os encontros realizados permitiram ouvir a opinião, as sugestões e recomendações dos principais beneficiários deste programa. Questões como as temáticas de interesse para serem subvencionadas e os montantes máximos a gerir foram debatidas entre os ANE e entre estes e a UGP, o que permitiu definir os seguintes grupos alvo com as seguintes características (e indo de encontro à tipologia definida na Convenção de Financiamento): 
 

 

Nível 1

Nível 2

Nível 3/4

Descrição

Organizações Não-Governamentais, Associações e Organizações comunitárias de base com experiência limitada e com capacidade de gerir até 10.000€.

Organizações Não-Governamentais (em parceria optativa com OCBs) com ampla experiência e capacidade de gerir fundos de mais de 50.000€.

Redes temáticas e Plataformas que realizam actividades de coordenação de grupos temáticos, actividades de representação e apoio aos ANE.

Nessa tentativa de ajuste das acções do UE-PAANE às necessidades efectivas e actuais dos seus beneficiários, um conjunto de actividades e recursos foram lançados, visando o apoio dos ANE, de acordo com suas especificidades, nomeadamente, Programa de Formação Inicial, Programa de Formação Avançada, Djumbais Temáticos e o Centro de Recursos.